Cinema & Séries - Traillers List

Notícias em Banana News
www.bananaquantica.com.br

sábado, 29 de setembro de 2012

Baú Quântico: O último Guerreiro das Estrelas.

Em tempos de remakes de 80s movies, vai aí uma dica para os estúdios Hollywoodianos.  O Último Guerreiro das Estrelas (The Last Starfigther) de 1984.

Para quem tinha 9 anos de idade, como eu, era o máximo - não chegava ao nível de Star Wars, mas era muito bem feito para tecnologia que tínhamos até então. Existem cenas em que podemos perceber as naves construídas com computação gráfica e em outros momentos as feitas de maquete. Mas o roteiro é apaixonante e completamente atual.



O filme conta a estória de um garoto que domina o fliperama "Starfighter" - sim fliperama era como jogávamos naquela época :-) - Nos termos de hoje, ele fechou o jogo. Este fliperama era, na verdade, um simulador de uma nave combate colocado na terra por um alienígena que recrutava guerreiros. Eram convocados para engrossar as fileiras da união interplanetária e defender a fronteira entre Xun e a armada de Ko-Dan.

domingo, 23 de setembro de 2012

Dica Quantica: Reinventando os Quadrinhos.

A dica quântica desta vez é o título: Reinventando os Quadrinhos de Scott McCloud. Como diz a capa é o mesmo autor de Desvendado os Quadrinhos - este eu não li - e nesta, por assim dizer, continuação Scott faz um levantamento do que ele identifica como as doze revoluções que influenciam a criação, a leitura e percepção dos quadrinhos atualmente.


O livro é dividido em duas partes principais. Na primeira parte ele aborda os seguintes tópicos: A vida dos quadrinhos como forma de arte e literatura; A batalha pelos direitos dos criadores; A reinvenção do negócio dos quadrinhos; A percepção volátil  e transitória que o público tem dos quadrinhos; A representação sexual e étnica nesse meio. Na segunda parte do livro ele aborda o retrato das revoluções digitais nos quadrinhos, incluindo: A complexidade da produção digital; O explosivo mundo da difusão online; Os desafios decisivos do infinito cenário digital.

O mais interessante é que são 241 paginas com uma narrativa feita em quadrinhos, o personagem de McCloud perpassa todos os tópicos utilizando arte sequencial para abordar os temas. Muito bom, e recomento.

Por: Rodrigo Nunes

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Grailpages - O colecionismo: A arte pura dos desenhos a mão livre.

Essa é para quem - como eu - curte estudar a arte do desenho na sua forma mais crua.

Navegando pelo ISSU e pesquisando sobre Comic Books, encontrei esta publicação: Grailpages, que fala sobre o colecionismos de páginas de quadrinhos em seu estado original. As páginas estão desenhadas a mão e no máximo com a arte final como acabamento. O texto esta todo em inglês, mas é interessante a visão que se tem sobre esse tipo de material. É considerado obras primas na arte de montar cenários, cenas de ação, situações e composições usando somente tinta preta sobre o papel branco. Muito bom, clique no link abaixo para visualizar a publicação de Steven Alan Payne.



terça-feira, 18 de setembro de 2012

Street Art na 403/404 norte.

Passeando pela cidade a um tempo atrás encontrei a lixeira do Big Box da 403/404 norte aqui no plano piloto em Brasília, com esta arte.

Obviamente foi encomendado e ficou bem legal. Traço firme, com luzes e sombras bem trabalhadas. Sem falar da arte, por ser um maquinário - uma arma - exige traços retos e figuras geométricas regulares, tanto nas angulações das arestas quanto na curvatura de círculos. Ficou o bicho!!!


sábado, 15 de setembro de 2012

Baú Quântico : O Retorno de Superman

De volta aos quadrinhos que estão pegando poeira no fundo da gaveta! Remexendo o meu baú pessoal eis que encontro uma edição histórica - ainda no formatinho. O arco em 3 revistas do renascimento do Superman de pois da épica luta com Apocalipse e as edições históricas da "Morte do Superman".



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Referências: Traço rápido do mangá - estilo Chibi.

Esse vídeo é para quem curte o traço rápido do mangá. Nada como uma mão firme, certeza do traço e a simplicidade do mangá - neste vídeo personagens chibi*. Muito bom.


* Chibi é um termo japonês utilizado no contexto de anime ou mangá para descrever um traço de desenho de personagem bastante estilizado, com cabeças no mesmo tamanho dos corpos, geralmente para obter um efeito cômico ou mais sentimental. Um traço marcante dos chibi é que quase sempre não é desenhado o nariz, o traço da boca nem sempre é finalizado e os traços em geral são bem simplificados. Outras vezes, em vez de um corpo humano, o desenhista coloca a cabeça do personagem em um corpo ou com características de gato, cachorro ou algum outro bicho.


Dica Quântica: Batman Especial Cavaleiro das trevas.


Aí está a dica quântica da vez, uma edição especial do Cavaleiro das Trevas, impressa no Brasil pela Panini Comics. Comprei no mês passado e ainda deve ser encontrada perdida pelas bancos por aí. Nesta edição especial rola um crossover entre Batman e Etrigan, o demônio. E ainda Pinguim, Blaze e metade do inferno :-)

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Crítica Quântica - Batman o cavaleiro das trevas ressurge.

Desta vez tenho que dar o braço a torcer, este último filme do Batman foi sem dúvida o melhor dentre aqueles que já foram feitos. Bom, contando que não gostei de nenhum daqueles que foram feitos anteriormente, já é uma evolução. Não quer dizer, obviamente, que atendeu minhas expectativas de assíduo leitor dos quadrinhos do homem morcego, mas foi - sem dúvida - o roteiro que conseguiram encostar, por semelhança, no arquétipo do herói que acompanho a um bom tempo.



Adaptações, sejam elas de livros, quadrinhos , músicas - sim músicas, alguém ai já viu faroeste caboclo? - ou até de uma peça teatral - para as telonas - sempre sofre um pré-julgamento, porque é simplesmente impossível competir com a imaginação e a forma de envolvimento pessoal do indivíduo que leu um livro ou que se envolve com a dinâmica de uma estória em quadrinhos. A adaptação para o filme pode superar as expectativas, só agradar ou ser uma derrota completa.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Crítica Quântica: Mercenários 2

Você gosta do gênero, ação e tá afim de se divertir vendo explosões, tiros e pancadaria pra todo lado? Então vá assistir, é isso mesmo - vá! sem compromisso com o roteiro, estória, atuação ou o que quer que seja. Mercenário 2 não é muito diferente do primeiro, o roteiro segue o mesmo nível de "complexidade" mas agora temos mais ingredientes nessa festa - óde - aos anos 80 e 90.

Lembra daqueles filmes de ação em que o cara sozinho detonava um exercito? Pois é, colocaram todas aqueles caras em 1 filme!!!

Vamos lá! Pegue um caldeirão e faça uma mistureba de  filmes como Rambo, Exterminador do futuro, Soldado Universal, Duro de Matar e Bradock, misture com artes marciais Chinesas, japonesas e vale tudo, coloca um garoto de jogos vorazes no meio disso tudo e finaliza com o pai do Chris em "todo mundo odeia Chris" fazendo pose - porque alguém ia mesmo ter que mostrar músculos num filme com heróis sexagenários :-)


Aviso: daqui em diante vou sair atirando e falarei sobre trechos do filme, se não quiser saber agora volte pra comentar quando tiver visto o filme!! Assim você terá a chance de repetir 9 das 10 falas que o Schwarzenegger tem no filme: "I will be back"!

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Rurouni Kenshin - Samurai X no cinema.

É isso aí!! Pegando a mesma onda de tsunami das HQs americanas, os japoneses aparentemente acordaram para o sucesso que o gênero Super-Heroes Action faz e já começaram a se mexer. É inegável que com números de bilheteria com 1,5 bilhão de Vingadores e 1 bilhão em Batman - o cavaleiro das trevas resurge, este é um mercado que vale sim o investimento. O mercado japonês enfim abriu os olhos e produziu a versão para as telonas do mangá e anime Rouroni Kenshin - no Brasil chamado de Samurai X.

Foi uma febre no Japão quando lançado no mês passado, mais de 1 milhão de pessoas já assistiram. A Warner Bros - que não é besta - percebeu o potencial e está distribuindo em outros 64 países pelo mundo. O Brasil, como um grande consumidor de mangas e animes, será um deles.

O melhor de tudo é que é uma produção Japonesa, contada do jeito japonês, aquela mesmo forma de narrativa que estamos acostumados a ler nos mangás e assistir nos animes. Confira o Trailer:




Se você sabe japonês! Tá tudo em Flash e img. :-)
Acesse o site e saiba mais: site oficial do filme

Ainda bem que a produção é japonesa, já pensou uma versão americanizada do Kenshin, já basta o fiasco daquele Goku americano sem noção de uns anos atrás. 

Bem... agora é esperar pra ver por aqui e cruzar os dedos para que passe em sua praça!

domingo, 2 de setembro de 2012

Star Wars - Arte Minimalista

Navegando pela internet para coletar imagens de referencia para meu pinterest eis que descubro eis que descubro esta coleção de arte minimalista com o tema de Star Wars. Pesquisando descobri que foram feitas - e estão assinadas -  por David Duphil, um francês co-fundador de um estúdio de design chamado Gelée Royale. Em seu tempo livre ele criou essa várias telas minimalistas com o tema de Star Wars. Muito bom, uma bela pinagem de referência.


veja também